Home > Blog >

Dr Gustavo Neumann tira dúvidas sobre o tratamento de canal

Dr Gustavo Neumann tira dúvidas sobre o tratamento de canal

05/06/2020

A dor causada por um dente que necessita de tratamento de canal é uma das mais sensíveis para a nossa saúde bucal. Isso porque a polpa infectada do dente não tem para onde se expandir e, assim, acaba pressionando o dente de dentro para fora. E, para que a dor acabe, é necessário realizar o tratamento de canal no dente.

Ouça este conteúdo:

Mas como a sensibilidade é intensa durante esse processo, muitos pacientes acabam tendo medo do tratamento e o evitando. Por isso, hoje discutimos como funciona o tratamento de canal e como ele pode ser indolor. 

Apresentamos, também, uma entrevista com o Especialista em Endodontia (tratamento de canal) Dr. Gustavo Neumann, da Redeplus, que tira as principais dúvidas sobre o tratamento.

Tratamento de canal

O tratamento de canal (tratamento endodôntico) é indicado quando a polpa dentária se encontra infectada, danificada ou, até mesmo, morta. Esses estados da polpa podem ser causados pela quebra do dente, por uma cárie profunda ou por um trauma dental que pode ser até mesmo antigo.

A polpa é o tecido interno do dente que possui nervos e vasos sanguíneos, e são esses nervos que dão o sinal de que há algum problema com a raiz do dente. O mais comum é que se a polpa infectada ou morta não é tratada a tempo, esse quadro pode levar a formação de um abcesso na raiz dental, que é o acúmulo de pus na raiz do dente. O abcesso, por sua vez, pode levar à deterioração da parte do osso maxilar ou mandibular onde ocorre a inflamação.

Para cessar o abcesso e a sensibilidade causada por ele e pelo inchaço da polpa, é feita a remoção desse tecido e, posteriormente, a restauração da coroa.

Como funciona o tratamento de canal?

Com as técnicas atuais, o tratamento de canal bem realizado é indolor e pode ser realizado em apenas uma consulta. Mas há casos que mais consultas são necessárias.

Feito um diagnóstico completo pelo(a) endodontista e identificada a necessidade de tratamento de canal, o tratamento é feito em algumas etapas que podem variar de acordo com cada caso.

Geralmente, o tratamento consiste nas seguintes etapas

  1. com o dente anestesiado, é feita uma abertura na coroa do dente que proporciona o acesso à câmara da polpa; 
  2. com o uso de limas endodônticas, é feita a eliminação da infecção e a remoção da polpa dentária; 
  3. ainda é feita a limpeza e modelagem dos canais que devem receber o material de restauração (guta-percha); 
  4. sobre o material de restauração é colocado um preenchimento temporário, até que o permanente seja colocado – o preenchimento permanente pode ser uma restauração ou, até mesmo, uma coroa; 
  5. em alguns casos é necessário fixar um pino interno na raiz do dente para que se dê mais suporte à coroa que, se necessária, é fixa com cimento.

Já o valor de um tratamento de canal no dente varia de acordo com cada caso, por isso é necessário um diagnóstico clínico individualizado.

Endodontista responde dúvidas sobre tratamento de canal

O Dr. Gustavo Neumann (CRO/SC 6132) é especialista em endodontia, área em que atua na Redeplus. Convidamos o cirurgião-dentista para responder às perguntas mais comuns, feitas no consultório pelos pacientes que precisam fazer o tratamento de canal.

O tratamento de canal dói? Existem novas tecnologias que permitem mais precisão para o dentista e menos dor para o paciente?

Dr. Gustavo: O tratamento de canal, hoje em dia, usando boa técnica anestésica, não dói. O que constitui fator gerador de dor é não fazer o tratamento quando indicado. Com a inflamação da polpa do dente ou a formação de abscesso (infecção) pode existir dor bastante intensa, que muitas vezes só regride com a realização do tratamento. 

Atualmente, temos muitos recursos para fazer um melhor diagnóstico e um tratamento mais seguro e com maior previsibilidade. Tomografia computadorizada, localizadores apicais, microscópio, limas cada vez mais resistentes e flexíveis permitem uma ação muito mais precisa por parte do endodontista.

Quais etapas,  e quantas sessões em média ele dura?

Dr. Gustavo: De modo simplificado, as etapas do tratamento de canal são: abertura do dente, limpeza e desinfecção dos canais e obturação dos canais. Tão importante quanto o tratamento de canal bem executado é a reabilitação do dente (restauração ou coroa) que impede uma recontaminação do canal já tratado, o que pode levar à necessidade de retratamento. 

Muitas pessoas pensam que dente com tratamento endodôntico realizado não dói, porém em casos de reinfecção do canal pode ocorrer dor novamente.

Com a tecnologia de hoje, muitas vezes podemos fazer o tratamento de canal em uma única sessão, com duração de 1 hora e meia, em média. 

É verdade que tratamento de canal escurece os dentes?

Dr. Gustavo: O tratamento de canal, quando indicado e não executado ou mal-executado, é que causa escurecimento dental, deixando o dente acinzentado. Quando bem realizado pode ocorrer, em alguns casos, uma leve alteração na coloração da dentina deixando-a um pouco mais amarelada, o que normalmente resolve com clareamento dental

O que acontece se o tratamento de canal não for realizado quando necessário? Quais os riscos de adiá-lo?

Dr. Gustavo: O tratamento de canal é indicado por inflamação ou por infecção/inflamação. Quando a polpa do dente está inflamada e não é feito o tratamento endodôntico a dor persiste bastante e depois ocorre uma infecção por bactérias do canal. 

Se ainda assim não for feito o tratamento, começa a ocorrer uma perda óssea ao redor do dente podendo levar à perda do mesmo. Não existe regressão dessa infecção sem o tratamento, podem ocorrer momentos de mais ou menos dor, ou às vezes até ficar assintomático por um tempo. Mas não há cura sem o tratamento, permanecendo um foco de infecção nos tecidos da boca que podem levar ou agravar outras doenças.

Tem alguma dúvida sobre tratamento de canal no dente que ainda não foi resolvida?

Entre em contato com a Redeplus, pelo WhatsApp ou faça-nos uma visita no Multi Open Shopping,  e conheça mais detalhes sobre o tratamento!

Gustavo Neumann

CRO/SC 6132 - Dentista Especialista em Endodontia (ABO/SC)

Leia também