Home > Blog >

Conheça os tipos de próteses dentárias removíveis

Conheça os tipos de próteses dentárias removíveis

16/06/2020

A falta de um ou mais dentes pode provocar experiências incômodas para algumas pessoas. Isso porque o sorriso é nosso cartão postal: ele interfere em nossas relações pessoais, amorosas e trabalhistas. Assim, a falta de um sorriso completo pode fazer com que você tenha dificuldades em se relacionar com outras pessoas.

Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde de 2013, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 11% da população brasileira maior de 18 anos já perdeu todos os dentes e vive desdentada. Em Florianópolis essa taxa alcança 6,1% da população. Enquanto isso, na cidade, as pessoas que perderam pelo menos 13 dentes constituem 15,6% da população.

Por outro lado, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO), cerca de 2,4 milhões de próteses dentárias são colocadas por ano no Brasil. Em Florianópolis, 28,8% da população possui alguma prótese dentária, segundo o IBGE. Ou seja, não é preciso vergonha por usar uma prótese.

Com a evolução nos tratamentos, ficou mais comum recorrer às próteses dentárias para garantir um sorriso mais saudável e bonito. Mas engana-se quem pensa que elas são todas iguais. Por isso, hoje vamos conversar sobre um dos tipos de prótese dentária: as removíveis. Boa leitura!

Prótese x Implante

A prótese dentária é um aparelho usado para substituir os dentes faltantes e pode ser fixa ou removível. Esses aparelhos simulam a aparência dos dentes naturais e, atualmente, contam com um maior conforto do que as mais antigas. Ela é indicada para aqueles pacientes que tiveram perda de um ou mais dentes 

Já os implantes dentários são estruturas metálicas fixadas no osso maxilar, mandibular ou zigomático que substituem as raízes dos dentes e recebem uma prótese para simular o dente natural. 

Portanto, prótese e implante são coisas diferentes!

Tipos de próteses dentárias removíveis

Cada prótese dentária possui características particulares. Aqui vamos apresentar alguns tipos de próteses que não exigem implante: as próteses removíveis. 

Para saber tudo a respeito de próteses sobre implantes como a “overdenture”, por exemplo, leia o artigo: 5 tipos de implantes dentários

Prótese total convencional (dentadura)

Todos conhecemos alguém que usa, ou já usou, a famosa dentadura. Esse tipo tão comum de prótese é geralmente utilizado por pacientes que perderam todos os dentes de uma arcada dentária. Nos casos de pacientes que não perderam todos os dentes, é necessário que os dentes remanescentes sejam extraídos e a cicatrização dos tecidos esteja completa antes que se possa utilizar a prótese.

Como essa cicatrização pode levar vários meses, o(a) paciente pode ficar sem dentes durante todo esse período. E, após a colocação da prótese, não se recomenda que o(a) paciente durma com ela, pois a diminuição da salivação durante esse período pode levar ao surgimento e proliferação de fungos e bactérias. Recomenda-se então que a prótese fique em um copo com água. 

Outra desvantagem desse tipo de prótese é que ele tem em média 20% de eficiência mastigatória se comparada aos dentes naturais. 

Prótese total imediata

Esta prótese funciona como a dentadura convencional. A diferença é que após a extração dos dentes remanescentes, o(a) paciente já recebe a prótese para uso. Desta forma, não há a necessidade de passar por um longo período desdentado. Para que isso seja possível, o(a) dentista tira todas as medidas e faz as moldagens do osso maxilar ou mandibular em consultas prévias.

A grande vantagem desta técnica é uma estética mais agradável, já que não há o período desdentado. Já a desvantagem é que, após alguns meses, a prótese precisa ser reajustada, pois os ossos que suportam a prótese sofrem alterações durante o processo de cicatrização, retirando, assim, a estabilidade da prótese.

A eficiência mastigatória desse tipo de prótese pode variar se a prótese é superior, inferior ou bimaxilar. O desempenho mastigatório pode diminuir ou, até mesmo, aumentar em alguns casos, quando comparados ao desempenho dos mesmos indivíduos antes das próteses. Mas em comparação a pacientes com dentição natural, a eficiência é sempre menor.

Prótese parcial removível (ponte móvel) 

Este tipo de prótese dentária é indicado àqueles pacientes que perderam apenas alguns dentes e não podem fazer um implante dentário. Ele é uma boa opção também para pacientes que desejam manter os dentes remanescentes.

Essa prótese pode ser removida, pois fica presa nos dentes remanescentes através de uma estrutura metálica (ou plástica). A eficiência mastigatória deste tipo de prótese é superior a de uma dentadura convencional

Algumas de suas vantagens são: por ser removível (como as outras já citadas), sua higienização se torna mais simples e seu valor é inferior ao de uma prótese fixa. Já a principal desvantagem é que a estrutura metálica (ou plástica) pode ficar aparente e prejudicar a estética. 

Prótese dentária flexível

Esta é a grande novidade das próteses. Confeccionada com Flexite (uma resina flexível), ela possui uma cor mais próxima à natural da gengiva e pode devolver a harmonia do sorriso, pois elimina a estrutura metálica. Essa é uma opção mais estética em relação às técnicas tradicionais.

Seus benefícios são: 

  • a eliminação de grampos metálicos;
  • o alívio estético e 
  • a diminuição do risco de fraturas nos dentes remanescentes. 

Essa prótese ainda pode ser utilizada como parte do tratamento provisório para o caso de implantes dentários.

Mas ela também apresenta desvantagens. Entre elas estão a menor estabilidade e eficiência mastigatória, menor durabilidade e resistência a quedas e dificuldade para adaptação na arcada inferior. 

Qual a melhor prótese dentária?

Não há próteses dentárias que sejam melhores que outras, mas existe uma melhor para cada caso. Para isso, vários fatores precisam ser considerados: desde o problema a ser corrigido a, até mesmo, o histórico de saúde do(a) paciente. Por isso, só um especialista pode fazer um diagnóstico completo e descobrir a melhor opção para cada paciente.

Siga a Redeplus no Facebook e Instagram para acompanhar as dicas de cuidado com a saúde bucal e informações sobre tratamentos. 

Se você mora na região do Rio Tavares/Campeche, faça-nos uma visita no Multi Open Shopping e tire suas dúvidas sobre prótese dentária em nosso consultório!

Carolina Schaffer Morsch

CRO/SC 14303 - Especialista em Implantodontia, mestre e doutora em Odontologia – na área de Implantodontia – pela UFSC. Realizou um período de doutorado sanduíche na Bélgica. Atualmente, além de atuar como cirurgiã-dentista na Redeplus, é professora de cursos de pós-graduação.⠀ ⠀

Leia também