Home > Blog >

Conheça os tipos de aparelho ortodôntico

Conheça os tipos de aparelho ortodôntico

05/02/2021

Você sabe por que existem diversos tipos de aparelho ortodôntico se todos eles têm a mesma função básica?

Muitas pessoas acreditam que a função do aparelho ortodôntico é alinhar os dentes por conta de uma necessidade estética. Mas a verdade é que antes da estética, existem fatores de ordem fonética (da fala), respiratória e mastigatória.

Ou seja, antes da necessidade estética de cada paciente, o aparelho ortodôntico visa melhorar aspectos que interferem na nossa saúde bucal e geral. Mas é, justamente, essa necessidade estética que colabora com a existência de diversos modelos.

Geralmente, as crianças não têm problemas em usar aparelhos metálicos porque todos entendem que elas estão na sua fase de desenvolvimento. Então é “normal” que esteja passando por essa “fase do aparelho”.

Mas, adolescentes e adultos algumas vezes frequentam espaços onde já não se sentem mais confortáveis em exibir o tratamento ortodôntico.

E isso deixou de ser um problema com o avanço tecnológico que permitiu o desenvolvimento de aparelhos estéticos que alcançam os mesmos resultados daqueles feitos sem essa preocupação.

Por isso, hoje apresentamos os principais tipos de aparelhos ortodônticos e seus principais benefícios.

Acompanhe a leitura e entenda qual pode ser o melhor para o seu caso!

Aparelho Fixo Metálico

O aparelho fixo metálico é o mais comum quando pensamos em aparelhos ortodônticos.

Este é aquele composto por bráquetes, bandas e fios. A característica mais evidente deste modelo é o uso de borrachinhas que podem ser transparentes ou coloridas – o que o torna muito aceito entre crianças e adolescentes que querem mudar o visual a cada manutenção.

Neste modelo, os dentes são “puxados” aos poucos até que alcancem a posição correta. O tratamento pode ser mais demorado de acordo com a frequência de visitas ao ortodontista, mas a impossibilidade de retirar o aparelho torna o tratamento mais eficiente.

Um contraponto em relação a não possibilidade de remoção é que a higienização precisa ser feita com mais cuidados, pois há um maior acúmulo de restos de alimentos.

No entanto, costuma ser o tratamento com o menor investimento. Mas isso pode variar de acordo com a necessidade de cada paciente.

Aparelho Autoligado

O princípio de funcionamento do aparelho autoligado é o mesmo do anterior. A maior diferença entre os dois é que este não utiliza as borrachinhas coloridas.

Além disso, este modelo tem um bráquete menor que o do modelo anterior – o que por si só já é um atrativo para alguns pacientes, pois chama menos atenção.

A não necessidade de borrachinhas ocorre porque este tipo de aparelho tem o fio metálico preso ao bráquete através de uma “tampa”, que pode ser metálica ou branca (no caso de bráquetes estéticos).

Este tipo de aparelho tende a ter um valor mais elevado em relação ao modelo anterior, principalmente no caso de opções estéticas, como é o caso do próximo modelo.

Aparelho Fixo Estético

Entre os tipos de aparelhos ortodônticos, as opções estéticas são as mais buscadas por adolescentes e adultos que tem uma preocupação com seu visual.

Alguns adultos preferem essas opções para que o uso do aparelho ortodôntico passe mais discreto nos seus locais de trabalho. Um dos pontos positivos dos avanços tecnológicos é que esses aparelhos podem ser fixos ou removíveis.

No caso do aparelho fixo estético, seu funcionamento está mais próximo ao do aparelho fixo metálico. Ele também faz uso de borrachinhas, mas aqui usa-se apenas as borrachinhas transparentes.

Os bráquetes podem ser confeccionados em materiais como policarbonato, porcelana ou safira – o que os torna quase imperceptíveis, principalmente a uma distância considerável.

Esse modelo também pede atenção aos cuidados, pois a falta de higienização e consumo exagerado de alimentos com forte coloração podem acabar amarelando as borrachinhas. Mas elas são facilmente trocadas a cada manutenção.

Já valores desse tipo de aparelho costumam variar de acordo com o material de fabricação do aparelho.

Aparelho Lingual

Ainda é muito comum encontrar informações sobre este tipo de aparelho na internet. Mas a verdade é que ele já caiu em desuso por conta dos avanços tecnológicos.

Este tipo de aparelho era um dos mais buscados por atletas e praticantes de atividades físicas de alto impacto.

O princípio de atuação era o mesmo do aparelho fixo metálico. A única diferença entre os dois é que o aparelho lingual era colado na parte interior dos dentes.

Assim, se o(a) paciente sofresse algum impacto no rosto ou na boca, não havia risco de cortes nos lábios ou bochechas.

Hoje, a melhor opção para esses pacientes é o alinhador transparente que, além de ser uma opção estética, não oferece riscos de machucar o(a) paciente em acidentes. 

Alinhador Transparente

Um dos últimos avanços tecnológicos em relação aos tipos de aparelhos ortodônticos é o alinhador transparente.

Este é um modelo estético do tipo removível, e o adjetivo “transparente” faz jus ao modelo, já que ele passa quase despercebido, mesmo a curta distância.

Isso é possível porque ele é feito com material à base de acetato, que proporciona uma transparência não alcançada em outros materiais e modelos.

O tratamento com alinhadores transparentes também tem um diferencial em relação ao planejamento, pois o mesmo permite visualizar com antecedência todas sua as etapas. No caso do Invisalign®, o tratamento é todo previsto através do ClinCheck®, um software exclusivo que mapeia todas as movimentações que vão acontecer no tratamento e calcula até a força necessária para a movimentação de cada dente.

A partir dessa avaliação inicial, são fabricados todos os alinhadores que serão necessários para alcançar o resultado final. E a troca de alinhadores pode ser feita a cada 15 dias ou assim que o resultado esperado for alcançado.

Com isso, o tempo de tratamento pode ser reduzido em até 50%. A contrapartida deste modelo estético e removível é que o(a) paciente precisa ter um comprometimento maior com o tratamento.

Este tipo de aparelho deve ser utilizado por, pelo menos, 20h diárias. Ou seja, ele só deve ser retirado nos momentos das refeições e de higienização. Mas isso se torna muito mais fácil quando o aparelho é quase imperceptível.

Consulte seu ortodontista

Vale ressaltar que a escolha do tipo de aparelho ortodôntico deve ser feita após uma avaliação criteriosa com um(a) ortodontista.

Só um profissional qualificado pode indicar a melhor opção para cada paciente, pois isso considera suas necessidades funcionais e estéticas, seu comprometimento e frequência de manutenção do tratamento.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre esse tema ou está buscando tratamento ortodôntico em Florianópolis, entre em contato com a Redeplus pelo telefone (48) 3307-3102 ou pelo nosso site.

Guilherme Pletsch

Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial, pós-graduação em Cirurgias Avançadas em Implantodontia e pós-graduação em Cirurgia Dento-Alveolar.

Leia também

Pediatria no Rio Tavares

Pediatria no Rio Tavares

Quem procura uma clínica de pediatria no Rio Tavares, no sul de Florianópolis, agora pode contar com a excelência...

read more